Caminhões próprios e terceirizados são utilizados para realização do abastecimento no ETSP

Notícias
Tipografia

Devido à crise que atingiu o país, vários setores foram afetados diretamente pela situação econômica. O Brasil está tendo uma leve melhora e isso pode ser constatado, por exemplo, com os números de vendas de automóveis. Em específico, a comercialização de caminhões. De acordo com o balanço demostrado pela ANFAVEA, em abril deste ano, as vendas de caminhões encerraram em março com 4,1 mil unidades, o que representa aumento de 57% frente as 2,6 mil unidades de fevereiro e queda de 15,3% se confrontado com as 4,8 mil de março do ano passado. No trimestre foram comercializadas 9,7 mil unidades, diminuição de 26,3% contra as 13,1 mil de 2016.

Na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo, a CEAGESP, onde por dia passam uma média de 12 mil veículos, sendo carro ou caminhões. Os empresários do Entreposto paulista utilizam desse meio de transporte para que a mercadoria chegue ao seu destino final. Atendendo pequenos e grandes varejistas de Norte a Sul do país.

A empresa Frutas Rocha utiliza de caminhões próprios na comercialização e distribuição de bananas e outras frutas da região produtora do Vale do Ribeiro para a CEAGESP. E para atender todo este abastecimento, é realizada de forma preventiva a manutenção a cada 15 dias por uma equipe especializada e credenciada. Referente à renovação da frota, a mesma é feita a cada dois anos dependendo do veículo e seu desgaste. Para um dos sócios proprietários, Rodrigo Rocha, toda a precaução é tomada para evitar grandes prejuízos e desastre, já que envolve a vida do condutor.

“Nossas exigências estão vinculadas a segurança, ou seja, a manutenção do veículo deve estar em dia e o motorista com jornada de trabalho que não prejudique seu rendimento e principalmente sua segurança pessoal e de terceiros, uma vez que nossa carga é revestida de seguro”, explica Rodrigo.

Assine gratuitamente nosso newsletter e receba os informativos com as principais notícias da semana.