Entreposto - Ceagesp, Ceasa - Alimentação e câncer de próstata: amigos ou rivais?

Alimentação e câncer de próstata: amigos ou rivais?

Notícias

Verduras, legumes e frutas variadas deveriam fazer parte do consumo diário de todos os brasileiros para prevenir diversos tipos de câncer, mas para grande parte da população brasileira, esse consumo diário não é uma realidade ainda.

De acordo com a cartilha de informações sobre alimentação do INCA e do Ministério da Saúde, uma dieta rica em frituras, carnes com gordura aparente e embutidos, como linguiças, salsichas, salames, presuntos e blanquet tem sido associada com o processo de desenvolvimento de alguns tipos de câncer dentre eles: o câncer de próstata.

O aumento do consumo da alimentação industrializada, além de fatores como idade, histórico familiar e indivíduos de pele negra, tem uma relação direta com o aumento da incidência do câncer de próstata em homens.

Segundo o médico urologista e membro da Sociedade Brasileira de Urologia, Paulo Salustiano foi observado, através de um grande estudo populacional, que japoneses que sabidamente possuem menor risco do câncer que migraram para a Califórnia, aumentaram o risco de câncer de próstata e também passaram isso para os seus descendentes.

“Isso nos leva a crer que deve haver algo relacionado com o meio ambiente e com a dieta ocidental”, afirma o médico urologista Paulo Salustiano.

A prevenção pode ser um aliado importante na luta contra o câncer de próstata e já é comprovado cientificamente que cerca dos 80% a 90% dos novos casos de câncer de próstata são esporádicos e não tem relação direta com a hereditariedade.

“Sendo assim, é muito provável e vários estudos já demonstraram isso, que uma dieta rica em fibras e alimentos naturais, bem como com a baixa ingestão de carne vermelha e gordura pode sim ser um fator protetor”, afirma o médico urologista Paulo Salustiano.

Segundo o INCA, o peso também é um fator que pode influenciar no desenvolvimento da doença, pois já é comprovado que estar acima do peso aumenta as chances de uma pessoa desenvolver o câncer de próstata. Por isso, é de extrema importância a atividade física diária de no mínimo 30 minutos. A atividade pode ser de leve impacto como uma caminhada.

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respectivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego.
As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies. Ler Política de Privacidade

Eu entendi.