Entreposto - Ceagesp, Ceasa - Como o alimento sai do campo e chega à mesas dos brasileiros

Como o alimento sai do campo e chega à mesas dos brasileiros

Notícias

Segundo o levantamento realizado pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA), órgão de pesquisa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, entre os meses de janeiro e março deste ano, foram registradas mais de 43 mil admissões no setor agropecuário paulista, quantidade 36,8% superior que o último trimestre de 2017. O que significa que o setor rural continua empregando profissionais.

Economicamente, a agricultura nacional de fato vem tendo destaque importante nos últimos anos, principalmente para o PIB brasileiro – Produto Interno Bruto. De acordo com o balanço divulgado pelo IBGE, no ano passado, o crescimento foi de 1%, o que corresponde a R$ 6,6 trilhões.

A agricultura foi uma das primeiras atividades do homem para existência humana e ainda hoje ela é uma das mais importantes. Com o passar do tempo, muitas coisas foram modificando e técnicas aprimoradas. A verdade, nos dias atuais, a tecnologia está presente no campo e isso contribui muito para a produção e a qualidade da lavoura.

A agricultura de precisão é o termo correto que define as práticas agrícolas e isso já está sendo implantado há algum tempo no País.

O profissional do campo para acompanhar essas modernidades e produzir em grandes quantidades precisou se adequar às necessidades. Hoje, cada vez mais, engenheiros, técnicos, agrônomos, entre outros estão empenhando os conhecimentos adquiridos para melhorar a produção.

“O processo de colheita até a chegada à mesa do consumidor passa por um processo rigoroso: toda a fruta colhida é lavada e processada em maquinário próprio de higienização e esterilização de fungos e bactérias e, por fim, embaladas em caixas adequadas para seu transporte.

No Packing House é feita a seleção da fruta e dado seu destino”, é o que explica Rodrigo Rocha, um dos proprietários da empresa Frutas Rocha, que fica localizada na Ceagesp.

A agricultura familiar, por exemplo, tem uma importância relevante ao País. Segundo a coordenadora do Programa de Agricultura Familiar da Embrapa Daniela Bittencourt, estima-se que cerca de 70% da comida que chega às mesas dos brasileiros é proveniente da agricultura familiar.

Essa modalidade de agricultura tem relação direta com a segurança alimentar e nutricional da população brasileira. No Brasil, de acordo com o último Censo Agropecuário do IBGE, 84,4% dos estabelecimentos rurais são de base familiar e ocupam 74,4% da mão de obra que está no campo. Apesar disso, propriedades familiares compreendem apenas 24,3% de toda a área rural do País.

A Ceagesp recebe frutas, legumes e verduras, flores e pescados de diversas partes do Brasil e também de outros países. São alimentos de pequenos e grandes produtores. Depois, esses produtos são abastecidos nos principais supermercados, além de sacolões, feiras de todo o território nacional. Segundo a Companhia, somente no ano passado, foram mais de 3 milhões de toneladas de alimentos que passaram no Entreposto paulistano.

Para que o alimento chegue à mesa do consumidor, ele passa por vários momentos e a cadeia do frio é a mais adequada para que o produto seja entregue com qualidade e sem desperdício.

 

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respectivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego.
As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies. Ler Política de Privacidade

Eu entendi.