Entreposto - Ceagesp, Ceasa - Cogumelos estão ganhando cada vez mais o paladar dos brasileiros

Cogumelos estão ganhando cada vez mais o paladar dos brasileiros

Notícias

O cogumelo está ganhando cada vez mais espaço nas mesas dos brasileiros. Isso se deve, por causa da culinária japonesa, já que é um item muito comum no cardápio dos restaurantes asiáticos. Com isso, a novidade vem conquistando mais adeptos, principalmente, àqueles que preferem uma alimentação mais saudável.

“No Brasil, vem se notando um crescimento no consumo e, consequentemente, na produção e comercialização de cogumelos, fato este que se deve à maior divulgação de seu valor nutritivo e medicinal”, é o que ressalta o Engenheiro Agrônomo, da APTA - Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, Daniel Gomes.

Rico em proteínas, o cogumelo pode ser uma boa opção na substituição da proteína animal. Também possui grandes quantidades de fibras e minerais. Sendo que esse tipo de alimento, segundo diversos profissionais da área de saúde, pode prevenir algumas doenças, como a diabete, a anemia e até mesmo o câncer.

“Vários tipos possuem propriedades hipoglicêmicas, que baixam o açúcar no sangue, devido à quantidade de fibras, polissacarídeos e outros compostos presentes no alimento”, afirma a bióloga Sascha Habu.

Além de ajudar no emagrecimento, pois possui poucas calorias. Aumenta, também, a saciedade, devido ao seu teor de fibras. Entretanto, é muito importante ressaltar que o cogumelo, na verdade é um fungo.

Existem alguns mitos envolvendo esse tipo de alimento, como por exemplo, que todos são venenosos e alucinógenos. Na verdade, não são bem mitos, já que na natureza há mais de 1 milhão dessa espécie e alguns, “sim”, são perigosos para a saúde.

“Nem todo cogumelo é comestível e, por isso, não se deve coletá-los na natureza sem nenhum critério, pois existem algumas espécies extremamente tóxicas e outras até mortais”, explica o engenheiro agrônomo, Daniel Gomes.

Segundo o Centro de Informação Toxicológica do Rio Grande do Sul, a grande maioria dos casos de intoxicação por cogumelos são decorrentes da coleta e ingestão de exemplares, por pessoas que os confundem com os comestíveis.

Outras formas de intoxicação incluem a ingestão proposital, crus e na forma de chás. Por isso, o Instituto alerta a não comer cogumelos colhidos diretamente da natureza, somente os comercializados em locais com controle sanitário.

Ao comprar em supermercados, por exemplo, o modo de preparo é muito importante. Não se deve comer o produto cru, já que ele possui toxinas. Os cogumelos comestíveis mais conhecidos são: Champignon; Portobello; Shiitake; Maitake; Shimeji; Hiratake; Morchella; e Cantarelo.

 

 

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respectivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego.
As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies. Ler Política de Privacidade

Eu entendi.