Entreposto - Ceagesp, Ceasa - Vendas de caminhões sobem quase 50%, segundo Anfavea

Vendas de caminhões sobem quase 50%, segundo Anfavea

Notícias

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Anfavea, divulgou no dia 4 de outubro, em São Paulo, as novas previsões para este ano. Sendo que o segmento de máquinas agrícolas e rodoviárias terminará 2018 com 47 mil unidades negociadas, aumento de 11% sobre o ano passado – a última projeção indicava alta 7%.

As exportações deverão ficar estáveis com 14 mil unidades, e a produção chegará em 61 mil, elevação de 15%. Para Antonio Megale, presidente da Anfavea, a revisão foi necessária principalmente pelos bons resultados do mercado interno e pelas exportações para a Argentina, principal parceiro comercial do Brasil:

“O mercado interno brasileiro progride mês após mês, com mais intensidade no segmento de caminhões e de máquinas agrícolas, o que gerou essa necessidade de revisarmos para cima nossas projeções de vendas. Por outro lado, a situação macroeconômica da Argentina impactou o mercado interno daquele país e, consequentemente, as exportações brasileiras para lá, por isso diminuímos nossa previsão neste quesito”.

No segmento de caminhões, o licenciamento subiu 47,7% ao defrontar as 6,7 mil unidades de setembro deste ano com as 4,5 mil do mesmo mês de 2017, mas baixou 10% ante as 7,5 mil de agosto. No acumulado, o balanço apresenta alta de 49,2%, com 52,8 mil unidades em 2018 e 35,4 mil no ano passado. A produção de caminhões registrou em setembro 9,1 mil unidades, número 19,9% superior às 7,6 mil de setembro do ano passado e 6% inferior às 9,7 mil de agosto deste ano. No período acumulado as 77,3 mil unidades fabricadas este ano estão 30,5% maiores que as 59,2 mil de 2017.

As exportações apresentaram recuo de 25,4%, com 1,8 mil unidades em setembro e 2,4 mil no mesmo mês do ano passado. No comparativo com agosto, quando 2,2 mil unidades foram enviadas para outros países, a diminuição é de 17%. A soma dos nove meses do ano aponta decréscimo de 4,5%, com 20,5 mil caminhões em 2018 e 21,4 mil em 2017.

 

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respectivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego.
As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies. Ler Política de Privacidade

Eu entendi.