Entreposto - Ceagesp, Ceasa - Faleceu presidente da ONG Nossa Turma, o Manelão
Advertisement

Faleceu presidente da ONG Nossa Turma, o Manelão

Notícias

Manelão faleceu aos 68 anos no domingo, dia 9 de junho, vítima de câncer no cérebro e pulmão, que a despeito do tratamento realizado até mesmo no Hospital do Câncer, em Barretos (SP), virou uma metástase que acabou por tomar a vida deste protetor das crianças e jovens menos afortunados que foram tocados por sua gentileza e bondade. O Comandante, como também era conhecido, foi enterrado no dia 10 de junho, em Bebedouro, cidade distante cerca de 376 km da capital paulista.

“Fala, Comandante!”. Nunca mais se ouvirá pelo Entreposto Terminal São Paulo (ETSP) a voz grave, mas doce do Manoel dos Santos, mais conhecido como Manelão, a cumprimentar com este jargão quem ele encontrava pelo mercado em suas buscas por frutas, legumes e verduras para “suas crianças”, ou seja, os assistidos pela Associação Nossa Turma, entidade idealizada e criada por ele e que cuida de crianças e adolescentes provenientes das comunidades carentes no entorno da CEAGESP.

Figura carismática, ele chegou à CEAGESP em 1971 para trabalhar como carregador, e sua figura de 1m86 e 126 kg deve ter causado imponência, assim como chamava atenção a sua preocupação com os menos favorecidos. Em 1998, já trabalhando como gerente de um box de frutas, ele criou uma escolinha de futebol para crianças, que funcionava em um terreno dentro do ETSP.

Sua ideia deu tão certo que não demorou muito para ele reunir cerca de 200 crianças correndo atrás de um bola. Em 2001, com o apoio da CEAGESP, foi fundada a Associação de Apoio à Infância e Adolescência Nossa Turma, que começou oferecendo aulas de reforço escolar, música, artes e esportes crianças carentes, e chegou a atender cerca de 600 alunos desde a sua criação. Sua indicação para presidir a instituição foi uma consequência natural no caminho desse grande homem.

Hoje, a Nossa Turma se define como uma organização sem fins lucrativos com projetos voltados para educação e capacitação profissional, e que trabalha com crianças, adolescentes e adultos em situação de risco social, que moram nas comunidades da Linha, do Nove, do Humaitá e Conjunto Cingapura, localizadas no entorno da CEAGESP. Além disso, tem um contrato firmado com a Secretaria Municipal de Educação para funcionar como Centro de Ensino Infantil e atende cerca de 108 crianças entre 11 meses e 4 anos.

Por trás desse imenso trabalho social, sempre esteve à frente a figura do Manelão, de quem era muito raro ouvir algum tipo de lamúria ou reclamação. Ao contrário, ele sempre dizia ser muito agradecido por tudo que já tinha conseguido na vida. Mas suas ações –sempre carregadas de humildade e desapego às vaidades – não passaram desapercebidas. Em 2004, ele foi homenageado pelo jornalista Gilberto Dimenstein, que dedicou um capítulo sobre sua vida no seu livro “Heróis Invisíveis”, que retratou a trajetória de 50 personagens da cidade de São Paulo.

Em todas as ações sociais e de arrecadação de fundos para a Nossa Turma, o Comandante sempre esteve à frente dos trabalhos, recebendo a todos com seu imenso sorriso, cumprimentando a todos com sua mão imensa e calosa, mas repleta de carinho, sem falar no abraço farto que ele distribuía para todo mundo, sem distinção. Incansável, era a sua figura que atraía e conseguia doações de diversas empresas para a instituição, como ações de reforma e pinturas das instalações, presentes para os dia das crianças e Natal, prendas para bingos e bazares.

Manelão ainda tentou entrar na política algumas vezes, tendo se candidatado a vereador e deputado em alguns pleitos, mas nunca conseguiu se eleger. Mas parecia que isso pouco importava para ele, porque ele continuou com seu trabalho social, e não era difícil encontrá-lo, mesmo já com a idade avançada e com a saúde fraca, empurrando um carrinho pelo mercado atrás de doações de alimentos para incrementar as refeições servidas aos alunos da Nossa Turma. E pelo jeito que ele demonstrou ser durante toda a sua vida, à sua maneira ele irá continuar a trabalhar pelo próximo, mas agora junto ao Senhor. Descanse em paz, Comandante.

A CEAGESP agradece todos os anos de excelentes serviços prestados e presta as suas condolências à sua família e aos colaboradores da Associação Nossa Turma.

INFORMAÇÕES

Sita oficial da Ceagesp

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respectivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego.
As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies. Ler Política de Privacidade

Eu entendi.